SONATA EM PUNK ROCK, de Babi Dewet

Babi Dewet é uma autora nacional que já está na hora de você conhecer. Acompanho seu trabalho desde que teve seu primeiro livro lançado - leia a resenha de Sábado à noite clicando aqui - e sempre me senti muito envolvida por suas histórias e muito próxima, principalmente por eu também ter escrito fanfics há alguns anos. Ler Babi Dewet é ser levado pela música: a essência de seus livros. É por isso que hoje venho falar de mais um livro dessa autora, seu último lançamento: Sonata em Punk Rock, pela editora Gutenberg
Valentina Gontcharov é uma garota super talentosa e apaixonada por música - especialmente o punk rock -, que acaba de descobrir que seu pai é um violinista famoso e ex-aluno do maior conservatório de música do país. É quando Valentina tem a chance de realizar seu sonho: ser aceita na Academia Margareth Vilela. Em um ambiente sério, ela terá de mostrar que é muito mais do que puro punk rock, enfrentar garotos convencidos - principalmente um coreano chamado Kim - e abraçar a música clássica se quiser se dar bem. 
É muito difícil não se sentir tragado pela escrita de Babi Dewet, que é simples mas envolvente. A narrativa não esconde mistérios, é objetiva, clara para qualquer leitor. A autora surgiu no mundo das fanfics - histórias escritas por fãs de um determinado artistas - e seus livros ainda carregam características disso, tendo como exemplo a própria escrita. Embora eu goste muito de tudo o que a autora escreve, gostaria de ver um desenvolvimento maior em seu método de escrita, algo mais desafiador, que se desvincule da sensação de que estou lendo uma fanfic. 

A premissa do livro é muito interessante e enquanto lia, só conseguia pensar em como poderia se encaixar perfeitamente em uma série de tevê - dessas que assistimos no Netflix e viciamos rapidinho. A linha de acontecimentos é bem desenvolvida e o leitor chega até mesmo a perder noção de tempo. Porém, gostaria de que os capítulos finais prolongassem um pouco mais, pois a sensação que tive é que tudo aconteceu de forma rápida e poderia ter sido melhor explicado. 

O legal de ler os livros da Babi é que ela sempre procura incorporar seus gostos na história e isso, ao meu ver, é algo sensacional. Sempre colocamos mais paixão quando falamos daquilo que gostamos. É por isso que podemos encontrar inúmeras referências de cultura pop em seus livros e que são compatíveis com o gosto da autora. Não é por acaso que temos um personagem principal coreano que poderia muito bem ser uma estrela de k-pop.

Falando em personagens, todos são cheios de música e carismáticos. São personagens que nos deixam com vontade de ler mais e de tê-los como amigos. Aliás, isso não deixa de ser outro ponto interessante nas histórias da autora. Ela sempre procura dar valor aos laços de amizade e eu gosto muito quando escritores abordam isso em seus livros de forma espontânea.

Sonata em Punk Rock é um livro leve e gostoso, ideal para ser lido em períodos em que precisamos de algo simples, mas capaz de nos entreter. E claro, não deixe de ler com a playlist ligada.

Título: Sonata em Punk Rock
Autor(a): Babi Dewet
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 300
Nota: 4/5

Share:

2 pessoas devoraram

  1. Estou muito ansiosa pra ler Sonata em Punk Rock, também li Sábado à noite e me apaixonei pela escrita da Babi. Tenho na estante pra ler o Um ano inesquecível, que ela também escreveu, mas ainda estou esperando o momento pra isso. Gostei muito da sua resenha e me deixou com mais vontade de ler hahaha!
    Um beijo e até a próxima,
    @blogelaescreveu

    ResponderExcluir
  2. Babi Dewet é um amorzinho, assim como Sábado à Noite - que só li o primeiro por enquanto, mas curti - e eu tô muito curiosa pra ler Sonata em Punk Rock. Sou apaixonada por música e me identifico com ela nisso, acho muito legal como incorpora sempre esse lado nos livros :3 Ótima resenha!

    Beijo,
    (letitbela.com)

    ResponderExcluir