Uma das melhores formas de praticar um idioma é lendo. Se você está habituado e gosta de ler, é unir o útil ao agradável. Embora seja bem amedrontador desprender-se do português - sua língua materna e zona de conforto -, ler um livro em outro idioma expande horizontes. Você não só está colocando em prática seus conhecimentos e vendo de uma forma mais divertida tudo aquilo que já estudou, como também testa a si mesmo e aprende um monte de coisas novas - de palavras à provérbios. Sem sombra de duvidas, um livro em outro idioma pode se tornar uma experiência tão enriquecedora quanto um em português. Porém, resta a duvida: por onde e como começar? É sobre isso que irei falar hoje.

Passo número um: escolha o livro
Escolher o livro certo para você é fundamental. Primeiramente, é necessário saber em que nível você se encontra. Básico? Quase intermediário? Intermediário? Avançado? Existem livros para todos os níveis. É preciso ser sincero consigo mesmo. Se você não se sente confortável ou confiante lendo algo intermediário, está tudo bem pegar algo mais fácil e progredir aos poucos. Dominar um idioma leva tempo mesmo, pode ficar tranquilo. 

O método que funcionou comigo e acredito ser útil para muitos é escolher uma história que você já conhece e acha legal, interessante. Mas vá com calma! Um dragão de cada vez. Escolha uma história simples. Quando digo isso, estou querendo dizer que começar com um mistério de Sherlock Holmes pode não ser o ideal. Com um nível intermediário ou avançado, seu leque de opções é muito maior. Se seu nível for básico, recomendo as coleções que adaptam histórias famosas para diferentes níveis de um idioma. 

Se a língua que você estiver aprendendo for o inglês, eu recomendo a coleção Penguin Readers da editora Penguin. Essa coleção separa seus livros em diversos níveis:
Existem coleções parecidas para diversos idiomas. Dê uma procurada e se você tiver um professor, pode pedir recomendações! 

Passo número dois: adquira o livro
Livro importado é caro, dói no bolso, eu sei. No entanto, não deixa de ser um baita investimento em si mesmo! Você tem duas opções: livro físico ou digital (caso você tenha um leitor digital, como o Kindle). É claro que você pode procurar por um nicho de livros importados em uma livraria física, mas os preços costumam ser muito salgados. Sempre opto por comprar em lojas virtuais. Abaixo, deixo algumas recomendações:

Saraiva - comprei várias vezes por lá e vive tendo promoções de livros importados.
Amazon - adquiri um box importado de livros recentemente e fiquei satisfeita.
Livraria Cultura - já comprei pelo site e fiquei satisfeita.
Book Depository - nunca comprei por esse site, mas já vi muita gente recomendando e o frete internacional é grátis.

"Mas Rebecca, o livro que eu quero está muito caro!", isso aconteceu diversas vezes comigo. Por isso, fique atento às promoções! Volta e meia, o preço cai a um nível "comprável" e essa é a sua chance! Muitas vezes, quando um livro está para esgotar ou "mofando" no estoque, o preço dele cai bastante. Fique atento, saiba pechinchar! 

Passo número três: comece a ler
O livro chegou, hora de começar a ler! Está sentindo o friozinho na barriga de um novo desafio? Antes de se perguntar como começar a ler, tente ler. Eu sempre leio as orelhas ou a contracapa de começar um livro de começá-lo de fato - quase como um "teste".

Dificuldades na leitura? Você encontrará palavras que não conhece, isso é normal. O que se precisa saber é se essas palavras são cruciais ou não para o entendimento da história e se é possível supor seus significados pelo contexto. Só você pode dizer! Já cansei de passar palavras que não conhecia e elas voltaram a aparecer inúmeras vezes durante a leitura. A cada vez que surgiam, eu ia entendendo-as mais e mais.

Compartilhando uma experiência minha, estava lendo um livro em inglês e me deparei com a palavra guinea-pig. Nunca tinha visto na vida! Porém, eu sabia o que era pig (porco) e Guinea (Guineia, o país africano), pelo contexto, consegui deduzir que se tratava de algum tipo de porco. Conforme fui lendo e o tal do guinea-pig foi sendo mencionado novamente, as descrições e a situação em si me fizeram supor que fosse um porquinho da índia. Pesquisei no dicionário depois de um tempo e minha dedução estava correta.

Uma coisa é fato: evite interromper a leitura para usar o dicionário. Ficar parando toda hora pode te desmotivar e até te distrair. 

Se desconhecer o significado de palavras é algo que te incomoda muito, mas muito, a minha sugestão é que você as marque durante a leitura. Tente ler um capítulo sem tocar no dicionário. Terminou? Entendeu o que aconteceu em geral ou não entendeu nada? Volte ao capítulo. Desta vez, procurando os significados das palavras que você marcou. Esse processo leva tempo, mas como eu disse, dominar um idioma não é algo que acontece do dia para a noite.
Não tenha pressa, o ritmo quem cria é você. E não desanime! Cada página virada é uma vitória.
Espero tê-los ajudado com esse post!

3 Comentários

  1. Eu li alguns contos e um livro da Sophie Kinsella em inglês
    .No começo eu olhava o dicionario toda hora e concordo qu desanima muito
    Amei as dicas
    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Estou tentando iniciar as leituras em inglês e gostei bastante das dicas. Acredito que edições bilíngues também podem contribuir nesse processo.
    Beijos
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei das dicas e do blog todo! Pousarei aqui novamente!

    Beijos.

    ecodasnuvens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir