Em novembro do ano passado, tive o imenso prazer de receber de presente - e ainda por cima, autografado - o livro Roma Para Sempre, de Sayonara Salvioli, segundo volume da coleção Amores Proibidos. Pois, imaginem então minha surpresa ao descobrir que se tratava de um daqueles livros que nos faz viajar! Uma parte de mim já tinha certeza de que ia gostar da leitura e a outra parte se viu ansiosa por estar lendo uma autora nacional. 
Aeroporto de Madri-Barajas, novembro de 2015. Uma semana após os ataques de Paris, a estilista italiana Paola Romanatto é testemunha de uma explosão na pista de voo. Tempos depois, ela recebe a proposta de um sheik - dono de petroleira internacional e acionista forte da Bolsa de Nova York - de criar uma coleção para sua rede de shoppings. Paola parte para o Oriente Médio a fim de conhecer as bases do negócio, mas nem imagina a dimensão da viagem. Na terra das Mil e Uma Noites – encantada com um homem exótico e num lugar completamente diferente de seu mundo –, a protagonista se surpreende com o contraste do universo oriental: o mistério do deserto e o arrojo dos arranha-céus da capital dos Emirados Árabes! Até que ponto pode resistir um romance que já começa com o conflito da diferença? 
A primeira coisa que me chamou a atenção no livro foi a história. Eu sempre me perguntei o que poderia acontecer se duas pessoas de religiões tão diferentes se apaixonassem e Salvioli traz isso muito bem trabalhado em seu livro. Mais do que isso, a autora une questões e problemáticas da contemporaneidade e as adiciona a um romance intenso e envolvente. É incrível como assuntos polêmicos como intolerância religiosa e terrorismo foram tratados com cuidado e delicadeza, sempre procurando desconstruí-los e mostrando ao leitor um discurso que, por muitas vezes, é repetido inconscientemente.

Como disse anteriormente, amo livros que me fazem viajar, seja para lugares que realmente existem ou universos paralelos.  É aí que Roma Para Sempre inova. Embora contenha Roma em seu título - e inúmeras descrições maravilhosas da capital italiana -, Sayonara Salvioli nos leva para a região mais conflituosa e, quem sabe até mesmo indesejável aos olhares ocidentais, ao Oriente Médio, aos Emirados Árabes Unidos. É impossível não se sentir lá, tão maravilhado com a riqueza do país tanto quanto a própria personagem, Paola, que carrega os mesmos estereótipos que muitos.

Os personagens são outro ponto forte da história. É claro que devo dar um destaque a principal. Paola é uma mulher forte e extrovertida. O leitor simpatiza com ela facilmente, não é preciso nem chegar ao segundo capítulo para dizer o quanto é divertida e um pouquinho dramática.

Não se trata de romance e nada mais. Pelo contrário, o livro está repleto de elementos culturais - de Aladdin à inúmeras referências de As Mil e Uma Noites - e não se detêm a informações históricas, mas as explana para o leitor e eu adoro isso. Essa sensação de que um livro não está somente me provendo o prazer da leitura, mas também um conhecimento inesperado. A linguagem do livro é rebuscada, beirando ao poético inúmeras vezes. Nada que torne a narrativa incompreensível, somente a embeleza mais.

Roma Para Sempre é um livro curto e esse é, para mim, o único ponto fraco. É incrível como a autora conseguiu escrever uma história tão intensa em pouco menos de duzentas páginas. No entanto, senti uma rapidez no desenrolar de determinados acontecimentos e acho que os mesmos poderiam ter sido mais aprofundados.

Sempre digo que é preciso ler mais autores nacionais. A coleção Amores Proibidos é uma ótima aposta para você que gosta de... Bem, amores proibidos! Roma Para Sempre te deixará encantado com todas as belezas e o mistério das Arábias.

Título: Roma Para Sempre
Autor(a): Sayonara Salvioli
Editora: Primavera Editorial
Número de páginas: 152
Nota: 4/5 

7 Comentários

  1. Já quero!

    Sua resenha totalmente me convenceu a querer ler este livro. Coincidentemente hoje mesmo estava lendo a história real de um casal (uma brasileira e um Árabe) que se conheceram na Europa, se apaixonaram e 3 anos depois se casaram. <3

    http://vicioseliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!

      Meu Deus, então esses casos realmente existem, não é?! Eu ficava bastante curiosa sobre esse assunto e esse livro matou a minha curiosidade. :P

      Excluir
  2. Oii!!!

    Não conhecia a autora e nem o título, mas juro que fiquei com vontade de ler. Que sorte a tua ter ganhado essa obra e descoberto uma incrível história nessas páginas.

    beijos

    http://mecontanoblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliete!

      Também achei muita sorte! Ganhar livro é sempre muito bom, né?

      Excluir
  3. Uau fiquei aqui sonhando com o livro apenas de ler a sua resenha. Vai pra minha lista de desejos com certeza!

    nayanemartins.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nayane!

      Fico feliz que tenha ficado com vontade de ler!

      Excluir
  4. Oi Rebcca

    Eu também li e adorei este livro!
    Vou postar esta semana ainda.
    Parabéns, sua resenha ficou ótima. Adorei seu blog.
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com.br

    ResponderExcluir