O primeiro e único livro de Sophie Kinsella, conhecida por seus chick-lits, que li foi Delírios de consumo de Becky Bloom e isso foi há exatos cinco anos atrás. Não tem como não gostar da história de Becky - minha querida xará - e sua obsessão por compras. Depois disso, não li mais nenhum outro livro da autora, pois até então, não havia surgido mais nenhuma oportunidade. Então, eis que a Galera Record publica o livro mais recente de Kinsella: À procura de Audrey. Vi muita gente tecendo comentários positivos sobre a história e não pude ficar para trás. Apesar do livro vir com uma promessa de mudança - afinal, trata-se de um Young Adult, diferente do que Sophie está acostumada a publicar -, não tenho bases para alegar se é ou não diferente dos livros já lançados pela autora. No entanto, posso afirmar que sim, é bem maduro. 

Audrey tem 14 anos e sofre de transtorno de ansiedade devido a algo que lhe aconteceu em seu, agora, antigo colégio. Por isso, ela passa os dias em casa, de óculos escuros e sem manter contato visual com ninguém. Quando seu irmão mais velho, Frank, decide participar e montar uma equipe para o campeonato mundial de LoC, Audrey precisará lidar com a presença de Linus, parceiro de equipe de Frank, em sua casa. O que nem ela e nem ninguém esperava é que fosse logo Linus quem despertasse em Audrey a vontade de progredir. 

A história tem cara de romance. Não adianta, tem. Tudo dá a entender que o romance entre Audrey e Linus será arrebatador, que a personagem irá melhorar em nome do amor e tudo mais. No entanto, o livro não gira em torno do romance. O foco não é esse, é em Audrey, sua vida e seus progressos ou regressos. O romance está ali como ponta pé e suporte para o desenvolvimento da personagem. Para seus quatorze anos, Audrey é uma personagem madura e o modo com que relata sua história é cativante. Então, caro leitor, será muito difícil se desprender da leitura.  

O livro carrega um mistério, que lhes adianto logo: não será resolvido. Não é dito, com todas as palavras, o que, de fato, aconteceu a Audrey. O leitor é levado a deduzir que a personagem foi perseguida por bullying, mas em momento algum da história a autora afirma isso e conta, detalhadamente, tim-tim por tim-tim, o que aconteceu. Apesar de abordar assuntos mais sérios como o bullying e as consequências que isso pode causar na vida de uma pessoa, À procura de Audrey é um livro agradável e trata o assunto com toda a delicadeza que o mesmo deve receber. 

Em alguns momentos, a narrativa ganha outro formato: o de roteiro de um filme. Audrey precisa gravar o seu dia a dia para sua terapia e acaba por oferecer ao leitor as melhores risadas. Sua família, cheia de suas próprias neuras, é divertida e para o leitor, é como estar segurando o roteiro de um sitcom - gênero de série, geralmente de comédia, como Friends e The Big Bang Theory. Não só os pais de Audrey, como seus irmãos e Linus são muitíssimo agradáveis - uns mais bem trabalhados do que outros, mas nada que atrapalhe a história. 

Não é um livro esplêndido, mas, certamente, carrega uma história encantadora que merece ser lida não só pelo conteúdo, como também pelo sentimento de boa leitura capaz de proporcionar ao leitor. Depois de À procura de Audrey, admito que minha vontade de ler Sophie Kinsella só aumentou! 

Título: À procura de Audrey
Autor(a): Sophie Kinsella
Número de páginas: 324
Editora: Galera Record
Nota do Como Devorar Livros: 4/5

2 Comentários

  1. Oi Rebecca,
    Estou participando de um top comentarista onde esse livro é sorteado. Estou ansiosíssima para lê-lo. Gostei muito da descrição que fez do livro. Espero ganhar e poder ler logo, caso contrário, acabarei comprando, rs. Falam muito bem da autora!
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rebecca! Muito bacana o teu blog! Vi teu contato pelo Instagram e vou acompanhar teu trabalho por aqui também :)
      Ainda não li o Audrey, mas sempre é bom ter essas referências de leituras leves; de vez em quando precisamos, né...
      Bjs da xará
      Rebeca | Blog Papel Papel
      :)

      Excluir