Atenção, fãs de vampiros! Dias Infinitos, estreia literária de Rebecca Maizel (minha xará), te apresentará a um novo universo vampiresco que será muito difícil de desgrudar. Já cheguei a comentar aqui no blog que gosto muito de literatura vampiresca, principalmente dos livros deste gênero que conseguem me surpreender ou que apresentam coisas novas. Dias Infinitos é um desses.

Lenah Beaudonte é uma vampira da era vitoriana, entre as mais poderosas e perigosas - ou a mais. Apesar de viver melancolicamente em pura luxúria, seu maior desejo é tornar-se humana novamente. O único ritual que lhe permite isso é muito arriscado, sendo necessário que um vampiro se sacrifique e que Lenah passe cem anos hibernando. Rhode, o grande amor de sua vida, não mede esforços para tornar seu sonho em algo real. Ao acordar, ela está em pleno século XXI, com dezesseis anos e tendo que frequentar o colégio como qualquer estudante normal - isto é, se não fosse pelas habilidades vampíricas que tivessem restado e pelo fato de que seus ex-companheiros vampiros estão loucos para caçá-la. 

A história começa com um choque para mostrar que não está aqui para previsibilidades. O sacrifício de Rhode é uma das partes mais significantes do livro, mas ainda sim, a presença do personagem parece constante durante toda a narrativa - o que é algo que achei incrível. Os personagens são todos igualmente carismáticos, o que foi outro fator que me surpreendeu bastante. Esperava por personagens fúteis e/ou estereotipados de colegial. Lenah é uma personagem forte e muito corajosa, diferente de outras vampiras da literatura. 

O livro é balanceado entre o presente e passado de Lenah. Embora seu passado seja muito importante para a história, eu achei estas passagens bem entediantes e ficava ansiosa para que voltasse logo ao presente. A história gira em torno de dois assuntos: amor e sacrifício. O romance presente no livro, mesmo que carismático, não tomava as rédeas. 

Como disse anteriormente, o livro não segue a linha do clichê. É inovador até certo ponto e carrega um final surpreendente - tão surpreendente que demorei para assimilar que o livro havia acabado. De narrativa fácil e engraçada em diversos momentos - como as diversas vezes em que Lenah se sentia perdida com as tecnologias do século XXI -, é um livro que os fãs de literatura vampiresca não podem deixar de acrescentar a lista de próximas leituras. 

Título: Dias Infinitos
Autor(a): Rebecca Maizel
Número de páginas: 382
Editora: Galera Record
Nota do Como Devorar Livros: 4/5

3 Comentários

  1. Olha tenho que confessar que ainda estou muito em dúvida para comprar esse livro, mas achei a capa dele maravilhosa e ao ler sua resenha tive a impressão que o livro não é do tipo pesado né? Ele é engraçado e me parece ser bastante envolvente pelo jeito. Gostei do que você abordou sobre a história e gostaria de ter a chance de fazer a leitura, porque me parece um livro muito bom. Faz tempo que não leio nada sobre vampiros, mas quem sabe esse livro me agrade né? Olha eu hiper amei a maneira como tu escreve e tenho que te dar os parabéns. Espero que possamos ser boas amigas =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-navegue-lagrima_2.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda já tem uma uma resenha nova em meu blog.
      Quando você fizer uma nova postagem, deixa o link pra mim
      que passarei tá? - http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-neve-na-primavera_3.html

      Excluir
  2. Hey! Olha, eu vi esse livro por aí, mas o fato da protagonista querer voltar a ser humana a td custo me desmotivou a ler as resenhas, pq eu pensei "lá vem mocinha querendo dá uma de santa-estraga-livro". Mas depois de ler sua crítica acho que o leria sim, de boas, haha.
    Abraço!
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir