Ronnie e sua irmã gêmea, Wren, são fanáticas por Simon Snow, o que não é uma novidade já que todos são loucos por Simon Snow e sua série de livros. As duas são realmente boas em ser fãs. Passam as madrugadas escrevendo fanfics, se vestem como seus personagens favoritos e enfeitam suas paredes com posteres. No entanto, as coisas mudam quando as duas vão para a faculdade. Wren acaba se desvinculando do fandom e optando por um mundo de festas, enquanto Ronnie prefere continuar vivendo no mundo de Simon. Ela se vê deixada para trás e precisando lidar com uma realidade que não se vê pronta para encarar. 

Para quem é fã, é difícil não se ver atraído pelo título do livro. Inicialmente, foi até difícil para mim não se identificar com Ronnie e suas atitudes. Gosto de colocar pôsteres na parede (olhem a fotinho aí em cima!), comprar os CDs, livros ou DVDs na pré-venda e também já tive a minha fase de passar madrugada a dentro lendo fanfics da minha banda favorita. Hoje eu realmente acho que ser fã é divertido quando bem dosado, mas Ronnie não vê por esse lado. Ela basicamente respira Simon Snow, o que transforma sua vida em uma verdadeira monotonia. 

Essa monotonia do dia-a-dia de Ronnie torna a narrativa do livro lenta e um tanto mal fluída, por basear-se no primeiro ano de Ronnie na faculdade, suas expectativas, decepções e sentimentos. Porém, chega uma hora em que não se sabe mais para qual direção a autora está querendo levar seu leitor, a história parecia tão perdida quanto a própria personagem. Esta, que apresenta um amadurecimento apresentável durante o livro. A imaturidade de Ronnie chegou a me irritar muitas vezes. Por esperar uma leitura rápida, o que é comum com livros que carregam essa temática sobre fãs, acabei me decepcionando com Fangirl

O livro dá a entender que o tal Simon Snow do qual Ronnie é tão fã é, na verdade, Harry Potter. Li que muitos leitores se sentiram incomodados com isso, mas eu não vi problema algum. O que no fundo me incomodou foi a autora inserir a cada final de capítulo, um pedaço da fanfic de Ronnie. Nos dois primeiros capítulos até que era legal, depois eu simplesmente parei de ler porque eu não estava interessada em ler a fanfic de Ronnie, mas sim o livro de Rainbow Rowell

O romance acabou se tornando um dos fatores mais desenvolvidos da história, talvez porque o casal principal tenha realmente me cativado e a autora soube trabalhar bem a relação. Na verdade, Rainbow Rowell soube conduzir bem todas as relações existentes no livro. Tanto a de Ronnie com sua irmã gêmea, quanto a de Ronnie com suas amizades, seus amores e sua família. Conforme lia, me vi torcendo pelo progresso de Ronnie e isso foi o que mais me incentivou a continuar lendo o livro. 

Apesar de uma leitura um pouco arrastada, Fangirl foi um livro que me agradou no geral, conseguiu me entreter e até me divertir. 


Título: Fangirl
Autor(a): Rainbow Rowell
Número de páginas: 424
Editora: Novo Século
Nota do Como Devorar Livros: 4/5

4 Comentários

  1. Ainda não li nada da Rainbow Rowell mas quero mt ler esse livro.
    Adoro seu blog, continue assim ♡♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ray Ray! ♡
      O livro mais famoso da Rainbow Rowell é Eleanor & Park, que eu já resenhei aqui no blog. Eu recomendaria começar por ele por ser justamente o mais famoso, mas achei Fangirl muito melhor e os personagens são muito parecidos entre si. Obrigada, Ray Ray!

      Excluir
  2. Acredita que eu ainda não li esse livro??? Nem nada da autora, vejo tanta gente falando bem, mas ainda não tive oportunidade, mas pretendo ler em breve!
    Amei sua resenha, beijos,
    Thousand Lives to Live ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Rainbow Rowell está fazendo muito sucesso! Não sei se ela já publicou outros livros, mas caso tenha, logo eles devem estar chegando aqui. Leia sim!
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, obrigada. ♡

      Excluir