Resenha: O histórico infame de Frankie Landau-Banks - E. Lockhart

Título: O histórico infame de Frankie Landau-Banks
Autor(a): E. Lockhart
Número de páginas: 344
Editora: Seguinte
Nota do Como Devorar Livros: 4/5

Para Frankie, muita coisa mudou de um verão para outro. Ela não só ganhou corpo e passou a receber olhares mais frequentes de garotos, como também começou a namorar o veterano mais popular do internato em que estuda. No entanto, este relacionamento vem seguido de uma série de acontecimentos que envolvem a sociedade secreta, existente há décadas e composta somente por homens, conhecida por A Leal Ordem dos Bassês. Frankie, que já não aguenta mais ser a menininha comportada, se revolta por ser deixada de fora da sociedade e por seu namorado esconder tudo relacionado a mesma. Com a mente cheia de ideias, a jovem Frankie decide dar seu jeito e se não a quisessem como membro da Leal Ordem, ela daria seu jeito. 



A impressão que eu tinha de O histórico infame de Frankie Landau-Banks antes de ler, é que se tratava de mais um livro sobre adolescência, romance e aventuras comuns (ou não tão comuns) de estudantes do Ensino Médio. Por um lado, não deixa de ser. No entanto, o conteúdo do livro traz à tona questões muito mais profundas e intensas, como a do feminismo. 

E. Lockhart prende o leitor com o romance, mas este não passa de fachada para que a autora apresente e desenvolva, através das indignações de Frankie, as questões que pretende colocar em pauta. A ideia de uma sociedade secreta é incrível, embora eu tenha ficado um tanto decepcionada com as atividades que este grupo exercia no ambiente escolar. Me pareceu - e não somente a mim, mas também a Frankie - mais com um grupo de amigos fazendo brincadeiras no internato do que uma sociedade secreta mesmo. A imagem que as sociedades secretas carregam são mais sérias, coisa que não foi vista no livro. 

A obsessão por Frankie pela Leal Ordem dos Bassês chega a um nível que é bem possível que o leitor acabe nutrindo um sentido de raiva por ela, mesmo que no fundo, compreenda suas ações. Ser deixada de fora só por ser mulher, o feminismo na adolescência, a diferença entre como os homens e as mulheres são vistos, os direitos entre eles, são questões tratadas a partir deste ponto da história. O modo com que a autora conduz a história até que chegue a obsessão de Frankie pela Leal Ordem é incrível. A história e os acontecimentos são muito moldados de forma que trabalha ao favor da autora. O leitor, ao iniciar sua leitura, não tem a mínima ideia do que pode se tratar a história, tampouco tem noção do que se trata o tal histórico infame de Frankie Landau-Banks.

O livro é realmente muito interessante, mas não atingiu completamente as minhas expectativas. Talvez eu precise ler mais uma vez para me sentir envolvida pela história de Frankie, mas a partir de uma primeira leitura, não foi tudo o que esperava. No entanto, isto aconteceu devido a opiniões particulares. Eu gosto de romances e aventuras escolares, mas O histórico infame de Frankie Landau-Banks não se trata somente disso e eu sinto que ficou faltando algo, aquele "quê" capaz de mudar todo o conceito que se tem de um livro.

No entanto, uma coisa é fato: com um título desses, quem não se sentiria interessado(a) em descobrir que histórico infame de Frankie Landau-Banks é esse? 

Share:

0 pessoas devoraram