Resenha: Não conte a ninguém - Harlan Coben

Título: Não conte a ninguém
Autor: Harlan Coben
Número de páginas: 238
Editora: Sextante
Nota do Como Devorar Livros: 5/5

Oito anos depois da morte de sua esposa, David Beck se torna, da noite para o dia, um criminoso procurado pela polícia. O caso volta a tona após a descoberta de dois corpos enterrados próximos ao lago em que tudo aconteceu. Mesmo sendo inocente, ele é apontado como principal suspeito da morte de sua esposa. Para provar sua inocência, ele terá que ir muito além dos mistérios que envolviam a morte de Elizabeth e descobrirá que, não sabia tanto sobre a vida de sua esposa quanto gostava de acreditar.

Eu adoro séries policiais, gosto da sensação de ter tudo desmascarado após uma sequência de pistas que inicialmente não parecem ter sentido ou ligação. Fora os livros do meu detetive favorito, Sherlock Holmes, nunca fui muito de ler livros de romance policial, tampouco tinha conhecimento sobre os escritores da área, só um nome ou outro (e olhe lá!). Ganhei Não conte a ninguém, de Harlan Coben, de um amigo e o resultado não foi outro: li o livro inteirinho em um final de semana. 

Não conte a ninguém deixa seu leitor tão fissurado e envolvido na história, com uma narrativa a partir de vários pontos, que se torna difícil fechar o livro sem antes desvendar todo o mistério por trás dos acontecimentos. E não tenha em mente que tudo se resolverá com um estalar de dedos. Coben prende seu leitor até o último parágrafo de uma forma incrível. Sua narrativa me recordou muito a de Dan Brown, portanto, se você gostou dos livros de Brown, Coben pode ser um novo autor em sua estante. 

Os personagens, embora sejam muitos, são tão envolventes quando a narrativa que os cerca. Por se tratar de um livro narrado a partir de vários pontos - mesmo que o foco maior seja obviamente no suspeito assassino, Beck -, os personagens restantes não são deixados de lado. O que é melhor e típico de histórias policiais: nenhum personagem está ali por acaso, todos estão ligados por algum ponto (que nos parece invisível). 

Talvez por estar tão imersa nos acontecimentos, não consegui enxergar os pontos negativos da história. Vai ver nem tem! O livro fez um sucesso tão grande que chegou a ganhar uma adaptação cinematográfica... francesa! Sim, nada de Hollywood! Mas um filme francês, que recebeu o nome de Ne Le Dis à Personne e que já estou louca para assistir, não só porque tenho um amorzinho pelo cinema francês, como também pelo fato da história ganhar um ar totalmente diferente ao se tornar um filme.

Não conte a ninguém é um livro incrível, em que o mistério não termina na última página. 

Share:

7 pessoas devoraram

  1. Dificilmente há pontos negativos nos livros do harlan haha Leia desaparecido para sempre <3 É do harlan e pra mim é o melhor dele. Depois leia Cilada dele. Também é muito bom!
    Engraçado é que de vez em quando aparece alguém comparando a narrativa do harlan com o dan brown. Nunca li nada do dan brown, mas... não consigo imaginar muitas semelhanças (já dei uma olhada por cima nos livros do dan hehe). Quem sabe um dia eu leia algo dele e perceba isso tbm...
    Adorei a resenha, porque sempre amo quando falam bem do harlan <33
    Mar,
    http://sonambulismoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tive o mesmo sentimento de ficar difícil de fechar o livro antes de chegar ao final com Conte-me seus sonho do Sidney Sheldon, é um livro que é dividido em três unidades, e assim como você disse do Não conte a ninguém parece que os fatos ou pessoas não tem conexão, e é só no fim do livro que você vai realmente saber tudo o que aconteceu e que tudo está conectado. Amoo muito, livros assim. Estou super ansiosa para ler esse agora. Ótima resenha! Bjs :)

    http://theuniverseofutopia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu já li Não Conte a Ninguém e apesar de ter gostado muito não achei tão sensacional como você. O livro tem alguns pontos negativos, que você talvez não tenha enxergado como disse. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. este livro ai foi o que deu o pontapé inicial a minha paixão pelo autor.
    foi o primeiro livro que li dele, e com isso comecei a desejar todos os livros do harlan e todos os outros livros existentes deste gênero! hahaha
    fiquei muito feliz em ler essa sua resenha! *-*

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei a sua resenha, me deixou muito interessada em ler este livro. Obrigada
    www.bookspelagi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. O único livro que li até agora do Harlan foi Alta Tensão, e me apaixonei! Amo livros policiais com a escrita bem estruturada como a dele, sou fão do Sidney Sheldon, e achar autores que se pareçam com ele é difícil, mas o Harlan se sai muito bem hahahah
    Indiquei você para uma tag, flor!

    http://vicioliteral.blogspot.com.br/2014/09/tag-conhecendo-blogueira.html

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Nunca experimentei uma livro policial, mas já tive muita curiosidade pelo gênero, porém devo erguer as mãos e admitir que tive muita oportunidade de saborear muitas das história de Sherlock Holmes...
    Sempre me perco quando há diversos pontos de vista, essa é com certeza minha hamartia!! :( Bom, esse também é um dos melhores livros para exercitar o músculo cerebral então vou mergulhar de cabeça!

    Da uma visitinha no meu blog, eta meio parado, mas pretendo retomar em pouco tempo :D
    http://acimadasnuvensblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir