A era dos vampiros, em que víamos livros de literatura vampiresca por todos os cantos nas livrarias, já se foi. No entanto, isso não me impede de continuar adorando literatura vampiresca. Adoro lendas, seres mitológicos, folclore e os vampiros, acabam se adequando muito bem a essas categorias. O que mais gosto é ver uma representação (ou seria idealização?) desta raça de uma forma diferente a cada livro. Porque venhamos e convenhamos que, os vampiros "modernos" são tão legais quanto os tradicionais, aqueles que dormem em caixões durante o dia. 

O Beijo das Sombras é o primeiro livro da série Academia de Vampiros, da autora Richelle Mead. A adaptação cinematográfica estava para ser lançada nos cinemas brasileiros este mês, mas por conta da baixa bilheteria nos Estados Unidos, sua exibição foi cancelada. Se você se sentir vontade de começar a ler esta série, a primeira dica que dou é a seguinte: esqueça tudo que você sabe ou já leu sobre vampiros. Richelle muda boa parte dos conceitos que conhecemos de tempos passados. 

Rose Hathaway é uma dampira - metade vampira, metade humana - atraente e exibicionista, que tem como objetivo se tornar uma verdadeira guardiã e proteger sua melhor amiga, Lissa Dragomir, uma importante princesa da sociedade Moroi. As duas fogem da escola São Vladimir até serem trazidas de volta dois anos depois. Estranhos acontecimentos começam a percorrer os corredores de São Vladimir enquanto Rose tem que se mostrar capaz de proteger Lissa de qualquer mal que venha se aproximar dela. Esse é só o começo. 

Existem personagens que eu simplesmente não suporto. Lissa e Rose - mas que dupla! - são um bom exemplo. Eu não consegui gostar nem de uma, nem de outra. Juntas então, menos ainda. Enquanto Lissa se mostra ingênua e inocente, Rose é completamente o contrário. Se Lissa é água, Rose é certamente fogo. Os personagens secundários são muito melhores - Natalie, Christian e Dimitri. 

O novo conceito de sociedade vampiresca apresentado por Richelle Mead é muitíssimo interessante, apesar de ter estranho de primeira. Não é meu favorito, mas não tive como não me sentir entretida ao mesmo tempo em que sentia falta de alguns velhos conceitos. Não espere por vampiros perdendo o controle por sangue, matando humanos ou algo do tipo. Os vampiros de Mead apresentam características um tanto incomuns, que se percebem logos nas primeiras páginas. São vampiros hierarquizados e com um ar até mais civilizado. 

A narrativa fica por conta de Rose. Pelo que li, O Beijo das Sombras é o mais fraco dos seis livros da série por ser justamente uma introdução. Logo, quase sem ação em suas páginas. A narrativa de Rose fez com que eu arrastasse a leitura muitas vezes. Não adianta, não consegui gostar da personagem de jeito nenhum. 

Fiquei de queixo caído com o final, por este ser completamente imprevisível. Põe imprevisível nisso. Provavelmente, um dos pontos mais fortes do livro é seu final. 

Richelle Mead inova com vampiros hierarquizados, que frequentam escolas só para eles e não dormem em caixões, como você imaginava. 

Título: Academia de Vampiros - O beijo das sombras
Autor(a): Richelle Mead
Número de páginas: 319
Editora: Nova Fronteira
Nota do Como Devorar Livros: 3/5

3 Comentários

  1. eu aproveitei bastante esta moda vampiresca de alguns anos atras, e confesso que agora estou um pouco saturada disso. li taaaaantos livros sobre o assunto, que agora se tento pegar um para ler (eu já tentei!) não consigo proceguir com a leitura até o fim.
    tentei começar a ler esta serie no inicio do ano passado, pois todos estava falando super bem da série e da escrita da autora, mas aconteceu exatamente isso, a leitura não rolou. consegui terminar de ler ele, mas foi uma leitura meeeega arrastada e acabei desistindo de ler as continuações.
    Richelle inova os vampiros mesmo, e eu juro, pretendo voltar e tentar ler a série outra hora, mas não sei se vou conseguir hahaha

    ResponderExcluir
  2. Oi Becca (vou chama-la assim porquê lembra a Becca Fitzpatrick u.u :p)

    Eu simplesmente AMO vampiros! Sempre que consigo leio um livro sobre eles, apesar de não ter lidos tantos livros assim. Ainda.

    Eu gostei bastante dessa série, principalmente do Dimitri :3 mas infelizmente só li o primeiro. Quero comprar os outros livros da saga.

    XOXO
    http://ogatofeio.blogspot.com - Gato Feio

    ResponderExcluir
  3. Oi Becca!
    Nunca gostei muito de vampiros, mas esse me chamou a atenção justamente porque a mudança que a Richelle Mead faz na mitologia respeita os vampiros mais antigos. Se você analisar, os Strigoi meio que correspondem à visão clássica (menos a parte de dormir em caixões). Já li até o quarto livro, "Promessa de Sangue", que deixa meio subentendida a "relação" entre os vampiros e os humanos. Seguindo o raciocínio da Richelle, é compreensível que só um dos tipos de vampiro dela seja conhecido pra gente.
    Quanto à personalidade da Rose, eu amei :) Não consigo deixar de comparar com a Bella, de Crepúsculo, que era apática. Gosto da Rose porque ela pode fazer tudo errado e enfiar os pés pelas mãos, mas pelo menos ela está fazendo alguma coisa de verdade. A Bella só ficava lá, se moldando a tudo que o Edward ou o Jake fizessem.
    Escrevi uma resenha para esse livro um tempo atrás: http://resgatedeideias.blogspot.com.br/2014/02/o-beijo-das-sombras.html

    Beijo!
    Maria Clara

    ResponderExcluir