Resenha: Cidade das Cinzas - Cassandra Clare

Título: Os Instrumentos Mortais - Cidade das Cinzas
Autor(a): Cassandra Clare
Número de páginas: 406
Editora: Galera Record 
Nota do Como Devorar Livros: 3/5

Mais um instrumento mortal foi roubado pelo temido Valentim. Desta vez, trata-se da Espada da Alma. Se depender da Inquisidora, as suspeitas caem todas sobre Jace, que vem tendo encontros com seu pai, Valentim. Como Clary pode ajudar seu recém descoberto irmão, sem se esquecer de seu melhor amigo, Simon, que está se tornando muito mais do que um simples amigo? 




Nesta sequência de Cidade dos Ossos, Cassandra Clare nos trás de volta ao mundo em que convivemos com lobisomens, vampiros, feiticeiros, demônios e caçadores de sombras. A história continua exatamente como o primeiro livro terminou, sendo somente uma questão de dias. Cidade das Cinzas me pareceu muito menos eletrizante e empolgante em comparação com Cidade dos Ossos. Certas coisas até me pareceram pura enrolação, mas não pude deixar de me sentir entretida nesta história. 

Para começar, estou mais do que agradecida a autora por ter dado mais foco a dois dos meus três personagens favoritos - Magnus Bane, Simon e Isabelle (acho ela melhor do que a Clary). Como disse em minha resenha do primeiro livro da série, o casal principal não me chama muito a atenção, talvez porque eu considere Jace um personagem muito pouco carismático. 

A história diminui seu ritmo, focando mais nas explicações de determinados acontecimentos. Consequentemente, demorei um pouquinho para ler e esperava para que as coisas acontecessem logo, sem mais delongas. A narrativa continua a mesma, sem mudança alguma em relação ao primeiro. 

O livro termina com aquele toque que provavelmente todo autor gosta de usar, o tal do "caro leitor, quer saber o que aconteceu ou acontecerá daqui para frente? Compre o próximo livro da série". Pois é, exatamente assim e sei que, uma hora ou outra, lerei Cidade de Vidro só para acabar com a minha curiosidade. Só espero que o terceiro livro da série retome seu ritmo empolgante e envolvente. 

Cidade das Cinzas não é ruim. Verdade, não é. Muito coisa precisava ser contada e explicada, mas no fim, me dei conta que ainda faltava muito para ser dito. 

O mundo criado por Cassandra Clare é magnífico, unindo todos os seres sobrenaturais sem ficar nenhum pouco estranho. 

Share:

5 pessoas devoraram

  1. Estou lendo cidade das cinzas.
    Que bom que não é só eu que penso assim, também não gosto muito do Jace e da Clary, prefiro Simon, Magnus Bane alskalkslaksl
    Eu fiz uma burrada li a ultima frase da ultima pagina do livro (tenho que parar de fazer isso) e percebi que tenho que comprar cidade de vidro logo. Que nem você disse na resenha.
    Adorei sua resenha, beijos.

    visita: http://livroscombombons.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já li Cidade das Cinzas e gostei, não do livro em si, mas da série ao todo é maravilhosa, digamos que cada ivro completa o outro e vice-versa. Vale muito á pena levar a leitura até o final

    http://saga-preciosa-cristal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou com esse livro a um tempão, preciso ler, estou muito enrolada nessa série!
    pantera-selvagem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Queria muito ler essa série, mas deparei-me com tantas críticas ruins sobre ela que acabei desistindo.
    Adorei o blog!
    Beijos, Vitoria.

    http://lonelyfireflies.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Só li o primeiro até agora! É tanta série que fica difícil acompanhar todas! rsrs
    Já estou na expectativa para ler esse!
    Beijinhos,
    Scar.
    http://wonderlandmundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir